M E U S I L E N C I O

Foto de CarmenCecilia

M E U S I L E N C I O

Metade de mim é silencio...
A outra metade silencia...
Tenho arroubos de euforia
Mas que morrem a luz do dia...
Não sei se sonho demasiado
Demais entusiasmada...
Mas quando o cotidiano cerca
Sou apenas perca
De ilusões várias
De soluções irrisórias
Tenho vários contornos
E não sei mais o retorno
Contorno... E quem não contorna?
Mas me sinto morna
Pra não dizer fera ferida
Daquela que não cicatriza...
Sou matiz de arco íris
Mas também tua Iris...
Que ri dessa contenda...
Em que eu como prenda...
Sou oferenda...
De mil e uma facetas
Mas que te dá o que dela resta...
A última fresta...
Dessa agonia em festa
Em que o silencio...
Foi denunciado
E alforria deu seu enunciado...

Carmen Cecilia
01/04/2014