Desilusão

Foto de Izaura N. Soares

Desilusão
Izaura N. Soares

Desiludido com o passado não
Consegue fazer florir o presente.
As marcas deixadas feriram quase que mortalmente
Um coração que tanto te amou.
O que fazer com as lágrimas derramadas
Nos olhos de um apaixonado.
Permanece assim as agruras do tempo
Sem vestígios de nenhum jardim florido.
O que fazer quando o sol aparentemente perde sua cor.
Teriam que fazer o sol brilhar para que o sorriso volte a encantar.
Teriam que trocar as lágrimas de tristezas pelas lágrimas de alegrias
Para que o sofrimento cesse e o sol volte a iluminar-te.
São tantas possibilidades para ser feliz...
Basta acreditar num novo horizonte, num novo amanhecer!

24/02/2015

Comentários

2
Foto de Arnault L. D.

É bom ler coisas assim que lhe recuperam o animo...
As vezes se precisa de uma lufada de ar, obrigado por esta brisa.
Meu aplauso,
Arnault

Foto de Izaura N. Soares

Obrigada poeta Arnault pelo seu comentário. Obrigada de coração! Um abraço pra ti.