Blog de Soninha Porto

Foto de Soninha Porto

o que dizer

penso no poema
a ser dito
tantos
opacos distantes intensos
reflito o quanto
é preciso ser grito

Foto de Soninha Porto

Súplica

Você imagem que me foge,
deixa-me perdida
no turbilhão da vida
distorcida pelo tempo,
apenas brisa leve em mim
por lhe saber ausente.

Foto de Soninha Porto

O QUE ESCONDEM?

Essas janelas
que se fecham
em plena luz do dia,
o que escondem
em suas frestas?

Talvez segredos,
que só ali cabiam...

Foto de Soninha Porto

ROSA PURA

o ventre macio
esconde a flor

cálida e úmida
desabrocha pura

desliza num jardim
que lhe acaricia
pétala-a-pétala

uma loucura

Foto de Soninha Porto

CHORO DA PATATIVA

Queimam florestas...
Jequitibás centenários
retorcidos pelo fogo
caem aos pedaços
gramíneas somem
lambidas pelas chamas
meus verdes, meu ninho
desaparecem
flores caem sentidas
a dor se espamarra
morrer é o que nos resta...

A fumaça priva meu respirar
o Azulão coitado
como eu, tenta o vôo da fuga
as asas ficam presas
saltam coelhos, veados,
sapos e macacos
por todos os lados
numa louca retirada
quero cantar
ninguém escuta meu rogo
o calor me suga
meu canto fica rouco...

No ar funesto brilho
choro de tristeza
a mata tenta resistir

Foto de Soninha Porto

SOMOS TAÇAS

Em nossas taças
escorremos lentamente
misturas do gosto de mel
borbulhas do corpo acalorado
regados pelo champagne
cheiros almíscarados
amadeirados

Foto de Soninha Porto

O R G A S M O

Delírios, fantasias...
deleites do corpo,
que fazem a alma,
gritar de amor.

soninha porto

Foto de Soninha Porto

S O N H O

Sonhar de olhos fechados
redemoinhos de imagens
que entontecem minha cabeça
revelam meus guardados
e lá está você... sempre você...
Recosto em teu colo

Foto de Soninha Porto

ESPIANDO A ALMA

As janelas dos meus sonhos
estão sempre atentas
por vezes entreabertas
espiando a alma, o viver
o vazio do que somos.

Outras vezes saboreiam
rastros do sentimento
a volúpia do desejo
concebidos pelo amor e paixão
num piscar de olhos.

A consciência retém minúcias
donde extraímos alvos
e seguimos aprendizes da vida
do inconsciente revelamos impulsos
o arrebatamento das delícias.

Momentos de embriaguez
de letras, versos e poesia
saboreando-os gole a gole,
tal precioso vinho
que goteja traços aos pouquinhos.

Alimento reminiscências
delineio amor...

Foto de Soninha Porto

DORMI COM VOCÊ!

Dormi leve
sentindo teus olhos em mim...
espantados
gulosos
tocando-me suaves
quase deu pra sentir
a ânsia louca
a voz rouca
indecente a tecer
finos acordes do tesão
da paixão.
Desfrutei ...
virei vertedouro
de minha loucura por tii
versos tocaram meu ser
o puro eu...
ah, poeta...
trazes alegorias
às alas da minha existência
tão suavemente!...
Esfogueado tomas meu corpo
lírico amante
enfeitiça meus desejos
exibes o cerne impetuoso
sedento...
fragmentos desvendados
de vivências amorosas
tão encantadoramente...
o sono reteve teus abraços

Páginas

Subscrever RSS - Blog de Soninha Porto