Culpa

Foto de José Herménio Valério Gomes

DIAS NOSSOS COM A MELANCOLIA DOS DESTROÇOS

Foi num daqueles dias
A que chamamos de nossos
Para dialogar com a melancolia
Removendo-nos dos destroços

Que me senti invadido
Por uma culpa entre lâminas
Opostas a um coração já ferido
Drenando seu sangue na lama

O pôr do sol no horizonte
Que os meus olhos, nāo avistam mais aqui
Porque ruiu a meus pés a única ponte
Onde e como corria para ti

A meio caminho de entre nós
Levanta-se a māe das brumas
Que vai confundindo peças de dominó
Nos estilhaços das minhas unhas

Dou por mim apagando o meu rosto
Na intensa vontade de chorar
Qual sentimento, amor ou desgosto
A quem me indignar

Por na vida haver , um daqueles dias
A que chamamos e nāo é mais nosso
Para dialogar, discordando com a melancolia
Removendo-nos no sentido ...antônimo dos destroços.

zehervago

Foto de Oliveira Santos

Carta

Meu amor

Sei que talvez não dê mais tempo de lhe dizer qualquer coisa para tentar uma reconciliação...

Errei muito, eu sei, e nem é necessário dizer o quanto você tem razão em tomar essa atitude. Mentiras, omissões, palavras mal ditas ou não ditas entre outras coisas permearam o nosso relacionamento e o conduziram até este ponto.

Durante todos esses dias de um quase desprezo seu tenho sofrido tanto...

Não lhe beijar antes de trabalhar nem depois de você chegar, não apertar seus pés vendo nossos programas preferidos ou uma série interessante e até um filme "mamão com açúcar", não dormir no chão da sala como um cão de guarda do seu lado porque você pega no sono no sofá e eu não quero interromper seu descanso, não ficar azul de fome esperando você para jantar, não lhe ouvir dizer que meu estrogonofe está "top, amor!" ou aquela picanha de forno... essas são só algumas das pequenas coisas que me martirizam por não ter mais.

...E tudo minha culpa!

Aproveitei esse tempo para refletir, recapitular nossa vida juntos na tentativa de encontrar o momento em que me perdi pelo caminho...

Isso mesmo, me perdi. Em qual bifurcação eu peguei o lado errado? Em qual rótula eu peguei a saída errada? Difícil responder... O que eu sei é que fiquei dando voltas e voltas sem chegar a lugar algum, ou melhor, sem sequer sair do lugar.

Preciso achar aquele homem por quem você se apaixonou... Resgatá-lo! Aquele que se encantava com seu sorriso; que você flagrava absorto te olhando e dizia que só estava babando; que sempre fez questão de dizer o quanto você é linda; aquele te agarrava cheio de vontade de você! Ele não morreu, está vagando, mas já estou indo buscá-lo mesmo que eu precise fazer uma terapia de regressão!

Brincadeiras à parte, eu sei que caí em descrédito. Não reguei a plantinha e ela secou... Mas não posso ficar de braços cruzados vendo a banda passar e se existe alguma esperança, por mínima que seja, preciso me mexer, aliás, já estou me mexendo! E isso não é só por você ou pelas crianças, é por mim também.

Fico olhando nossas fotos juntos, com nossos filhos lindos... Que família maravilhosa eu estou perdendo! Que mulher espetacular eu afastei de mim! Olho para cada canto da casa e chego a nos ver ali em algum momento passado de alegria ou simplesmente do cotidiano, como você sentada no sofá comigo e as crianças ou no computador trabalhando. Fecho os olhos e até consigo sentir seu cheiro!

Mas em lugar disso tudo eu dei vez ao orgulho, à teimosia, à intransigência, à falta de sensibilidade... falhei como homem e marido com você sem que merecesse e agora pago o preço por isso: o nada, o isolamento, a solidão.

Me magoar? Sim, você já me magoou com suas palavras duras. Mas pensando bem era uma reação ao meu descaso em relação a nós dois. Meus erros foram maiores que seus sermões.

Por fim quero dizer que TE AMO COM TODAS AS FORÇAS e vai ser assim por um longo tempo, queria poder fazer tudo diferente, recomeçar, não tentar de novo! Re-co-me-çar... Mas acho que não tenho mais vez na sua vida... então só posso agradecer por tudo que fez por mim, pedir desculpas por tudo que fiz e desejar que seja feliz como sempre sonhou ser, se cuide, seja sensata e cautelosa nas suas decisões. Vá e vença!

...De um homem que não soube te amar.

11/09/2018

Foto de marco aurelio castro neto

DEMOREI VOLTEI PARA VOCÊ

DEMOREI SETE ANOS E FINALMENTE VOLTEI,
ESQUECIDO ESTAVA, LEMBRANÇAS,
LEMBRAVA...
DE UM TEMPO, EM QUE MEU CORAÇÃO VIBRAVA,POR CONHECER VOCÊ.
SOU O ULTIMO QUE RESTOU CRIEI VOCÊ ENTREGUEI,
DE BANDEJA E QUANDO VI, NÃO DERAM CONTINUIDADE AO TRABALHO
DE UM LOUCO APAIXONADO.
DESLUMBRO DENTRO DE MIM UM CORAÇÃO VIVIDO ESQUECIDO PELO AMOR.
CULPA DE UM POETA SOLITÁRIO, QUE ATI CRIEI.
ESTA CRESCIDA DESLUMBRANTE UM BLOG, HOJE FALANTE,
AOS QUATRO CANTOS DO MUNDO POSSO SENTIR O CORAÇÃO DE CADA POETA
QUE AQUI PASSOU E DEIXOU, UMA PARTE DE SUAS LEMBRANÇAS, DE CRIANÇAS.
HOJE HÁ ESPERANÇA DE CONTINUAR ESCREVENDO E CANTANDO O AMOR...
Marco Aurélio Castro Neto

Foto de Minha_Historia

Pensa em mim que estou pensando em você!

Sem perceber me pego a pensar em nós
Dias perfeitos
Noites maravilhosas
Horas sem fim
Amor verdadeiro
Saudades de você do seu cheiro
Dos seus cabelos macios
De te abraçar e me sentir protegido
De dormir de conchinha
E pela manhã acordar e desfrutar de um café na cama completo
Tudo inesquecível
Te encontro em meus sonhos
E mato a saudade dos seus doces lábios
Daria tudo pra senti-los novamente
Vem estou tão carente
Mata minha sede
Deixa eu te amar
Sentir o calor do seu corpo
E te mostrar como é grande o meu amor
Fomos feitos um pro outro
A cumplicidade fez com que nosso corpos se completassem
Sou seu homem
E você minha mulher, amiga e companheira
E inevitavelmente sonho com o dia
Que seremos livres para vivermos nosso lindo romance
Sem culpa ou compromisso
Teremos a chance de nós entregar de corpo e alma
Te amo minha princesa
Ao seu lado me sinto em paz
Você me acalma
Pensa em mim que estou pensando em você!

Foto de leila lopes

Quero um amor

quero um amor
um doce e gostoso amor
quero um amor sem culpa
um amor que não se desculpa
que não precisa pedir perdão
quero um amor para dividir
uma xícara de café
e um bom dia de manhã
quero um amor que me beije os lábios
e me deixe incendiar
quero um amor que me beije a testa
e me faça enternecer
quero um amor
que me faça sorrir
e se eu chorar
quero um amor que enxugue minhas lágrimas
quero um amor
que me faça levitar
e que nas nuvens me deixe ficar
quero um amor verdadeiro
sem truques
sem mentiras
deixa-me acreditar
que um dia vou encontrar
e deste amor
nunca mais me separar

Foto de Avila Monteiro

culpas

Fui cúmplice, insolente, imperdoável,intolerante e assim vivi um drama. Deixei de ser a musa amável, deixei de ser a poetisa que se ama.
Fui crítica e vivi um pesadelo, em etapas que pareciam sem fim. Desisti, sou assim, tive medo! Não é dessa forma que trarei você pra mim.
Fui frágil e paguei pelos meus atos, não vigilante, o que me levou a nada.Eu precisei, já respirei muitas angústias, batalhei, perdi! estou cansada.
Me dissestes que fui muito impaciente, aceitei reconheci-me como uma errante, talvez falei tudo que veio na mente, levando embora a nossa última chance.
Não resisti! Não resisti! e por toda a vida irei me culpar, mas vou lembrar do dia que te conheci, só não carrego a culpa de tanto te amar.

Foto de Moisés Oliveira

Maturidade

Não posso mais cultivar culpa, amor assim só traz pressão.
Se não confias no que falo, ouve o que diz meu coração.

Te amo mais que a muita coisa, te quero muito mais que bem.
Enquanto amar-te, nem que um pouco, desejo a ti, a mais ninguém.

Es meu pequeno compromisso, meu pedacinho de criança.
Quando vejo em seus olhos brilho, sempre cultivo esperança.

Não sei se vou casar contigo, é muito cedo pra dizer.
Se depender de raciocínio, o meu futuro é com você.

Nunca te quero machucar, você quem toma conclusão,
Es muito boba pra aceitar, mas sempre dou a solução.

Não fui eu quem te fez assim, é obra atrasada da idade.
Criança já cresceu pra mim, quero de ti maturidade.

Foto de Moisés Oliveira

De repente

De repente me deu saudade de falar e estar contigo.
Te ver sorrir e me abraçar, ficar um instante comigo.

De repente o curto momento, fica eterno com você,
Me alivia ter te dito, fazer você tudo saber.

De repente meus olhos perdidos, procuram por você.
Sete dias por semana, buscam pra te conhecer.

De repente me vejo bobo, sempre a pensar em ti.
Treino o momento do encontro, repito a me consumir.

De repente escrevo cartas. Leio o jornal que antes não lia.
A noticia estava velha, minha atenção não merecia.

Sem rancor ou dor de culpa, só você pra me entender.
Te convido a falar muito, te escuto até anoitecer.

Sua fala muda a frase, tudo faz mais sentido,
Despertas o poeta imaturo, antes adormecido.

De repente da dúvida extraio o fato mais exato.
Duas vidas que se cruzam, nada além de um fato.

De repente me encontro pronto, querendo te conhecer.
Mas sua cabeça, nada mole, não deixa nada acontecer.

Foto de Saulo Lalli

Entregue, Confie, Aceite e Agradeça

Lei Perene que permanece
viva, em minha existência.
A teia da repetição tece
pela minha própria insistência.

As provas acontecem
sempre bem semelhante.
As lutas me aquecem
a seguir avante.

Como sair ileso
deste emaranhado?
A sabedoria ser coeso
e ao igual, inconformado?

Luta de muita constância
contra eu mesmo.
Sem culpa, a circunstância
não ocorre a esmo!

De qualquer jeito
não adianta fugir!
É a lei da causa e efeito
que nos vem inquirir!

Me vencerei, tomara.
Do inimigo egóico
e da roda de Sansaha
ainda sairei heróico!

Meu ser me chama
e eu atento escuto.
Meu Pai me ama
por isso que luto!

Mente que domina
tudo o que faço!
Bebe o nectar da mina,
me leva ao fracasso!

Rogo de meu interior
onde o pensar não alcança!
Sùplica com fervor
minha essência criança,

Aos Seres de Luz,
aos mestres sagrados,
ao anjo que me conduz
que todos engajados

E retos fazerem jus,
ao que promete o Salvador,
Venerável Mestre Jesus
que com seu puro Amor

Resgata a quem pede,
salva a quem o ama.
A quem o orgulho cede
para a singela Mitama*.

Ergo meus braços abertos
olhando firme ao céu!
Corpo e alma certos
da doçura, como mel

Que vem me suprir,
me dar forças e coragem
para eu conseguir
triunfar nessa viagem.

E a cada um que nesta trilha
mesmo que não do começo
comigo compartilha,
de coração agradeço.

Pois cada um de seu jeito
me ensinou e me amou!
E você mora em meu peito
desde quando chegou!

Siga alegre, não desista!
Quando sem ânimo, insista!
Viva a vida plena!
Mantenha a mente serena!

Entregue ao Senhor!
Confie em Seu Amor!
Aceite a verdade!
Agradeça até a eternidade!

*Mitama = essência

escrito em abril de 2002

Foto de Paulo Gondim

Remorso

REMORSO
Paulo Gondim

Sabe-se lá por onde andas
Já que se apagou a chama
Que no peito se fazia em fogo
É sentido já o fim do jogo
Foi em vão me dizer que me ama
Diante de tantas inverdades
As poucas possibilidades
Já se esgotam. É chegado o fim.

Mas foi sempre assim
A dura e triste realidade
Que foram meus dias contigo
À sombra do medo e do perigo
Faltou amor. Faltou coragem
Melancólico fim dessa viagem

Mas não te esqueço, é tudo real
Como não me esqueces, é igual
Apenas jogastes fora o que foi belo
E agora por caminho paralelo
Eu ainda busco te ver
Da mesma forma que tentas te esconder
Mas não consegues. Finges.
E haverás de purgar a tua culpa
No remorso que ora te atinges.

Páginas

Subscrever Culpa

anadolu yakası escort

bursa escort görükle escort bayan

bursa escort görükle escort

güvenilir bahis siteleri canlı bahis siteleri kaçak iddaa siteleri kaçak iddaa kaçak bahis siteleri perabet

görükle escort bursa eskort bayanlar bursa eskort bursa vip escort bursa elit escort escort vip escort alanya escort bayan antalya escort bayan bodrum escort

alanya transfer
alanya transfer
bursa kanalizasyon açma