Amor como és complexo-hermético!

Foto de edemilsonreis

Amor lindo, claro, voa, sobrevoa
Cai no libido, vai ao infinito, goza até num desprazer
Sempre vivo, córroi, destrói, mas volta no não passional, de que adianta ser racional, aliás, porque não viver teu lado carnal?
Sentimento que range no peito
Acende almas e tira tantas intróitas calmas
Começa ou termina?
Sim, Não, tanto faz amor
Tu és paixão invisível
Algo nunca mais inesquecível
Toma como degola o Ser perene
Sem saida deixa o indivíduo sôfrego de irradiantes esperas
Sem mais nem menos vais em quimeras
Tonto, estrupicio fica o Ente que flechado pela cupidez
Perde assim a vertente daquela emocional nudez...
Profunda abismal soez!

Foto de edemilsonreis

Por favor leiam meus textos, pois como já disse estou prestigiando outros autores e assim também quero que me privilegiem obrigado pela atenção e aguardo resposta!

Foto de francineti

Acabei de ler o seu texto e achei muitooo belo. Beijos Franci

Foto de edemilsonreis

Obrigado, sem comentários adicionais!

Foto de Junior A.

Lembrei-me do Sebastião ao lê-lo poeta.
A volúpia transcrita ao texto,dera um toque a mais no desejo ou no amor.
O amor quando acontece nos acomete com todas estas sequelas relatadas.A diferença é que tal remedio não tem bula,assim só se descobre suas contra-indicações,tomando-o.
Assim infelizmente existem momentos,pessoas e sentidos que hão de ser perenes em nossas vidas.

Mui bueno

www.luso-poemas.net

www.luso-poemas.net

Foto de Mitchell Pinheiro

O amor, sempre ele a nos instigar os mais profundos devaneios. Tão complexo e tão cheio de simplicidade... Bela obra caro poeta, um abraço!

Tudo que é humanamente possível eu posso conseguir!

Tudo que é humanamente possível eu posso conseguir!