TU

Foto de Henrique Fernandes

.
.
.

Sempre sonhei
com uma mulher que não existia

Ai o que eu procurei
por todos os recantos dos meus desejos
Nunca chorei
porque conhecia os seus beijos

Chamaram-me louco
e outras tantas coisas do género
mas sabiam tão pouco
sobre a minha confrontação
com a perseguição que fazia
dessa mulher

Sobrevivi afinal
e cá está ela á janela da minha estrada
paralela a mim para uma recta final
para o resto de uma vida apaixonada
com tanto para nos darmos

As curvas contra curvas
ficam agora para trás
tornando-me impermeável
a qualquer mal

Ela é tudo e muito mais
Ui
muito mais do que sou capaz

Agora que a conheço
Sim agora, sei que sou louco
confesso
tão louco por ela

Tu

Comentários

3
Foto de Joaninhavoa

Olá
Henrique!

Leve como só o amor pode ser
é o poema de amor e paixão que acaba de escrever!

O título está para o poema... assim como o tampo ao encaixar na panela!

Abraço, de
JoaninhaVoa

Joaninhavoa

Foto de gislene veiga

Linda poesia.......suave como só a amor pode ser...sincera , vinda da alma....parabéns!!!!!!!!!!!

Foto de Lu Lena

Lindas palavras de amor. Nooosa,
senti cada linha com tanta verdade e
tanto carinho, que cheguei arrepiar.
Parabéns, por tão lindo poema.
Meu voto e meu carinho.
Lu