Blog de José Herménio Valério Gomes

Foto de José Herménio Valério Gomes

A estação do sul

Faz tantos anos
Jà correu tanto tempo
E ainda nos amamos
Do mesmo jeito.
Ainda hoje me pergunto
Quando tenho a noite sò para mim

Foto de José Herménio Valério Gomes

PÀGINAS TÃO NOSSAS

Hà dias vi-te naquele jardim
Que eu pouco frequento
Mas que mexe muito em mim
De cada vez que nele entro.
Estava eu ali sentado
Vasculhando no pensamento

Foto de José Herménio Valério Gomes

A MAIS BELA HISTÒRIA DE AMOR

Faz tempo em que nòs dois
Tivemos o que julgàmos ser
A mais bela història de amor
Esculpido e tatuado
Numa louca fogueira de paixão
Para nòs nada era proibido
E embriagàmo-nos de felicidade
Contida como se não haveria
Outra oportunidade de viver assim
E eu jurei para ti
Divulgar um dia na multidão
Com gritos apenas ruidosos ao silencio
O quanto te amei e intensamente
Por saber que te iria perder
Vou dizer-te coisas
Que jamais alguem te disse
A nossa història de amor
È como a mais bela musica
Que marcou um dia
Uma das nossas vidas

Foto de José Herménio Valério Gomes

HOMENAGEM A UM AVÔ

Recordo por momentos
A imagem daquele velho senhor
Não esqueço em tempos
Aquele nobre lavrador
Lembro as suas mãos marcadas
A ditar-me como um dia ser homem
Como empunhar uma enxada
Para produzir o que todos comem
Removiamos a terra para semear
De que eu muito me orgulhava
Foi com ele que aprendi a trabalhar
Cavando com uma enxada
Olhavamo-nos como pai e filho unidos
Para fazer algo sem exclamação
E a este meu avô amigo
Escrevo estas palavras de admiração
Estou grato para com ele sempre
O que por mim fez um dia
Sei que algures ele tambem sente

Foto de José Herménio Valério Gomes

O HINO DA FÈ

Hà uma nação de conquistadores
Que è o nosso PORTUGAL
Vivemos de orgulho e AMOR
Torcendo pela seleção nacional
Por ela sempre choramos
Pela derrota ou vitòria
Somos um povo que nos orgulhamos
Quando ela nos leva à GLÒRIA
Hoje virgem maria è portuguesa
Na imagem de nossa senhora de FÀTIMA
Somos uma nação de fè por natureza
Unidos vamos pedir com uma làgrima
A esta nossa santa
Sem egoismo no coração
Unidos vamos pedir a esperança
Que vença a nossa querida seleção.
(se pedimos sem egoismo

Foto de José Herménio Valério Gomes

O FOGO

PELO FRIO È TISTEZA
PELO FOGO È UMA CHAMA DE AMOR
O PRIMEIRO NUNCA TEVE NOBREZA
MAS O FOGO HABITA OS CORACÕES DE TODOS
LÀ NO CÈU OS ANJOS PARTILHAM
COM OS HOMENS QUE NASCERAM EM TERRA
ELES SÃO UMA CHAMA QUE DEIXA A IMAGEM
DAS CRIANCAS QUE SEGUEM A GUERRA
MESMO AS MULHERES ESTÃO EM PERCA
DE CERTA DIGNIDADE HUMANA
OUTRORA ELAS ERAM A VOZ DA PAZ
HOJE ELAS DESTROIEM COM O FOGO DO ÒDIO
O FOGO,O FOGO SEMPRE O FOGO
SE ESTE CALOR SE ENCONTRA NO CORACÃO
ENTÃO PORQUE NÃO TATUALO NA PELE
AO PARTILHAR COM OS ANJOS DA FELICIDADE
ABRACAMO-NOS E TRANSMITIMOS ALEGRIA AO CORACÃO

Foto de José Herménio Valério Gomes

POR APENAS UM MOMENTO

EU QUERIA TANTO VOLTAR ALI
EM AQUELE LUGAR NOSSO
EU QUERIA TANTO E NÃO ESQUECI
OS NOSSOS DESTINOS OPOSTOS
POR VEZES VAGUEIO PELAS RUAS
E CHEIRO UM PERFUME EM TANTOS
FAZ-ME RECORDAR NOITES À LUA
ONDE ME PERDIA NO TEU ENCANTO
NÃO SEI MAIS SENSIVEL
COMO QUANDO CONTIGO
ONDE O AMOR E PAIXÃO ERA BEM MAIS VISIVEL
E HOJE SOFRO EM CASTIGO
PERDOA A MINHA DUVIDA
QUANDO NÃO OUVI O MEU CORACÃO
SÒ TU ESTIVESTE LÙCIDA
AO LUTARES PELA NOSSA PAIXÃO
QUE EU UM DIA DEIXEI DISSIPAR-SE
TAL POEIRA NUVEM DE UM SONHO
TU LUTASTE PARA QUE EU FICASSE
E EU ESCOLHI O FINAL MENOS RISONHO

Foto de José Herménio Valério Gomes

UMA VISÃO DA VERDADE NO SEU ROSTO

A beleza da mulher
Identifica-se com uma cascata
De àgua limpida a correr
Provocando desejos de ser beijada
Por tudo quanto è seu corpo
Pelas suas curvas sublimes de ver
Que deixam qualquer homem louco
Por morrer nela de prazer
Hùmida transparece desejos
Em fogo tal um vulcão
Que nos faz matà-la de beijos
Ao ritmo do bater do seu coração
Esta união de desejos e ternura
Invocam na mulher uma necessidade
Como beber aquela àgua limpida e pura
Mata a sede e completa felicidade
Mas a mulher è como uma flôr
Quando deixa de ser observada
Morre de tristeza no AMOR

Páginas

Subscrever RSS - Blog de José Herménio Valério Gomes