Amor é fogo que arde sem se ver (Luís de Camões)

Foto de Patrícia
Autor: 

Amor é fogo que arde sem se ver;

É ferida que dói e não se sente;

É um contentamento descontente;

É dor que desatina sem doer;


É um não querer mais que bem querer;

É solitário andar por entre a gente;

É nunca contentar-se de contente;

É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;

É servir a quem vence, o vencedor;

É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor

Nos corações humanos amizade,

Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís de Camões (1524-1580)

Comentários

2
Foto de joaojoaquim2000

Ja nao existem palavras estranhas para elogiar esta magnifica obra literaria. Adorei o poema e espero que pessoas como tu escrevam tambem para o bem da arte que cultivamos...
Peco desculpa pela falta de pontuacao, pois o teclado que usei nao e portugues.
Joao Joaquim

Foto de Graciele Gessner

É fantástico nos deliciar nos versos deste nobre poeta, Luís de Camões...
Meus cumprimentos graciosos.

-- Graciele Gessner -- poetisa Anjo Azul.
http://www.poemas-de-amor.net/blogues/graciele_gessner

Graciele Gessner.