Frases e Citações

melancolia

Foto de Hisalena

Lágrimas

Na areia húmida desta praia deixo a marca dos meus passos
Impressa com a força do meu desanimo e dos meus cansaços,
Marcas que se vão apagando com as lágrimas que se escapam
Dos meus olhos, lágrimas que me atormentam e me matam.

Lágrimas de terna saudade da pessoa que eu já fui um dia
E que se perdeu algures nos labirintos desta vida estranha,
Lágrimas de mágoa por tudo o que em tempo sonhava e queria
E que com o tempo se tornou numa ilusão fosca e tamanha.

Lágrimas que o vento que corre ao cair desta tarde outonal

Foto de Cecília Santos

EM TODAS AS NOTAS, EM TODOS OS TONS

EM TODAS AS NOTAS... EM TODOS OS TONS
#
#
#
Música ...
Que invade a alma,
nos faz sonhar.
Nos transporta pra,
tempos longínquos.

Foto de Dennel

Derradeiro instante

Olhos mortiços
Esperança fugida
Suspiro final

Juraci Rocha da Silva - Copyright (c) 2006 All Rights Reserved

Foto de Cecília Santos

NOITE SEM BRILHO

NOITE SEM BRILHO
#
#
#
Noite longa, véu escuro.
Onde andas, eu te procuro.
Olho o céu, e não te encontro.
Só ouço o barulho do vento,

Foto de Soninha Porto

A MINHA JANELA

Te falei da minha janela?

Ela está ali sempre no mesmo lugar,

às vezes me faz voar,

outras não me deixa sair de mim mesma.

Foto de Fernanda Queiroz

Qual estação?

Qual estação?
Que me deixastes?
Em qual das estações perfurastes meu peito
Ou em qual foi que me abandonastes?
Meu corpo esquecido e inerte
Não sabe dizer se é inverno
Pois o tremor de antes habita o agora
Sem que eu saiba do tempo ou da hora.
Ou seria o verão?
Que nem a calma agita
Nem o vermelho em profusão
Que trás a brisa suave
Em forma de rendição
Mas não!
Se o meu corpo transpira
É de pura insolação
Que aloja minha solidão
A procura de outra estação.
Quem me dera que a primavera
Despontasse meu mundo colorido
E provar que poderia ter sido

Foto de TriciaEvans

3 POEMETOS

BIOGRAFIA
( © Patrícia Evans)

Observando de perto
entre as montanhas, a fenda imensa,
entre jogar-se ou sentar-se:
a total indiferença.

********************

BURRA
(© Patrícia Evans)

Taí, ela nua, mas não crua.
Pura, não incauta.
A personagem, figura
que não consta da sua pauta,
não na de hoje, ou de ontem.

Taí a puta, a deusa falsa,
que espera que não contem
os segredos que não guarda.

*****************

EXPURGO
( © Patrícia Evans)

Existe dentro da caixa
uma caixa menor,
lacrada com tachas
e atada com faixa,
comprada em brechó,

Foto de Soninha Porto

VERSO CALADO

Os meus verdes, hoje, dançam assanhados,
gotas de chuvas penduram-se nos varais,
os brincos vermelhos fazem-lhes agrados,
buquês fartos, folhas e flores nada mais.

Foto de Licia Fonseca

Voar como passaro

Eu quero voar, voar para lugares que nunca andei
E pousar em bosque onde aja silencio e paz
Onde eu possa ver o nascer do sol e o cântico dos pássaros

Páginas

Subscrever melancolia