DESABAFO DESCOORDENADO DE UM POEMA

Foto de José Herménio Valério Gomes

Hoje sem saber porquê
Voltei a pensar como todos dias penso em ti
Senti que as nossas mäos deram um nò com um aperto
E näo mais havia sentido aquele sentimento
Como à muito tempo em toda a minha vida
Olhei entäo para o meu lado
Curioso de acordar contigo ali...
E uma voz vinda do melhor que guardei no teu Amor
Deixou-me um segredo
Silenciado para nòs
As noites continuam a ser tal como as nossas
As estrelas recordam como nòs a luz que fomos
Os mais maravilhosos dias säo partilhados
Algures entre ti e mim
Sò os elementos como o SOL a LUA o MAR e a linha da vida tatuada na pele
Sabem que o mundo pode acabar na terra
Mas a història conta que três aves contnuaram a sobrevoar
Numa direçäo onde aquele Amor ficou imortalizado
Juntando o silêncio companheiro do segredo para sempre......zehervago 02/11/2011