NÃO VÁ PELO CAMINHO DA ESTUPIDEZ

Foto de DAVI CARTES ALVES

Não vá por aí
Onde o Ciclope tem muitos olhos
Onde a alma, outrora brisa
Se faz abrolhos

Não vá por aí
Caminho escarpado
Lírio despadaçado
O sensato dilacerado

Não vá por aí
Foge da palavra – lamina
que busca o mel escarlate
ruído que machuca
Quasímodo insensivel que late

Não vá por ...ai!!
Folha verde que cai
Beijo que trai
Flecha que erra a maçã...
Ai, ai, ai...

Não vá por aí,
Fique em paz por aqui, acalme-se
traga-me, por ternura
“ um banquinho, um violão,”

Cante comigo esse quadro:
as formiguinhas ali tão tranqüilas
mordiscando a casquinha da laranja,
arrastando farelos de pão.

poesiasegirassois.blogspot.com

Comentários

1
Foto de ANACAROLINALOIRAMAR

Meu amigo do core....
Sua poesia esta um espetáculo.
Estendo meu tapete vermelho pra ti...
Bjusssss
Anna A FLOR DE LIS