Mundo

Foto de carmenpoeta

Alegria triste

A alegria voltou.
Andara tão distante…
Nem sei por onde trilhou
sua presença exultante.
Partiu sem deixar aviso,
quis conhecer outros risos,
eternizar sua existência,
contagiar sua intensidade
entre os que vivem de aparência.
Alcançar, quem sabe, o paraíso
e onipotente, ser exclusividade
dos que são alegres, somente.

Meio tímida se aproximou…
Sorriso trêmulo, embargado,
um tanto envergonhado,
frágil em seu torpor…
Não era a mesma alegria,
trazia vestígios de dor.
O mundo sonhado não havia vingado.
Em contraste com seu júbilo
plantou-lhe desilusão
e seu riso escancarado
de pura alegria, gerado,
sem conseguir seu intento,
chorou.

_Carmen Lúcia_

Foto de carmenpoeta

Pobre manhã

Pobre e crédula manhã
sempre a surgir invicta,
convicta do bem a ofertar…
Esbanja luz candente
sobre um mundo displicente
no esforço vão de o elucidar,
clarear caminhos que se atropelam
e por vias dúbias se desencadeiam
absortos por desvios que não vão chegar.

Manhã promissora e persistente,
não se cansa de amanhecer,
de se oferecer majestosa e iluminada
a quem só caminha sem ver nada
esnobando a magnitude de sua beleza,
desprezando o convite de abraçar o dia,
nova esperança embrulhada no presente,
estrada nova onde a vida principia.

Bendita manhã que morre e nasce
no afã do recomeço do amanhã…
Nada de novo sob o sol
a incendiar candeias de brilhos e poeiras
desperdiçadas onde transita o arrebol,
onde o horizonte rastreia a imensidão,
onde o homem se perde ante a visão
de sua finitude, desvario e reverso,
e se apavora ante a grandeza do universo.

(Carmen Lúcia)

Foto de Roger Gonciar

Farsa Final

Um mundo às avessas,
Mostra o que fazer:
Venda sua alma,
Se quiser vencer.
Finja um sorriso,
Congele o coração.
Pessoas são degraus,
Na escada da ambição.

Mas não se engane,
Um preço deve haver,
E ao final da farsa,
Irá se arrepender.

Foto de Wilson Numa

Fé...
Palavra curta mas com força de mover o mundo. Devo lhes confessar que a minha Fé nas pessoas, nas coisas e até mesmo em Deus, oscila, talvez não só a minha mas a sua também.
Mas devo dizer que, não há que pare um Homem quando ele é movido pela sua Fé, ele vai atrás, ele luta por ela. Não há nada melhor que as mais seguro (intrinsicamente) para nos prendermos senão nas nossas crenças/premissas, por elas demonstram a nossa Fé.

Foto de Arnault L. D.

A cor vermelha

Essa minha calma é falsa,
é desassombro, é escombro,
o ar inerte das ruínas,
a marcar que houve batalha.
Chego a duvidar se há pausa,
a ave que pousa meu ombro,
inerte, ou voa ao que destina?
Ao inexistir que se espalha.

Sequer o sonho movimenta,
esvai a alma em abandono,
se queda, lânguido e lasso.
Mesmo desperto, se assemelha
na inércia amena, que sustenta
a passividade do sono.
Mas, mentirosa a sei, disfarço
a dor; tensão; a cor vermelha...

O ar, só o éter disforme
as minhas vísceras afaga,
envolve, tal morno azeite
mixando ao mundo que dorme.
Torna em si tudo o que traga,
me desarma e sopra, aceite...
Talvez, corpo o limiar nem forme,
seja só o nada que vaga...

Foto de carmenpoeta

Voando através da emoção

Que me permita a emoção
levar-me onde impede a razão...
onde os sonhos habitam
e cirandam com a ilusão,
onde as rimas se abrigam
nas asas da imensidão
semeando versos,
preenchendo coração
que vazio de alegria
trafega em desarmonia
desatento à luz do dia
ou ao que nos oferecem as manhãs.

Que me permita a emoção
tirar os meus pés do chão...
transcender-me ao encantamento,
perpetuar cada momento
em que a poesia me der a mão,
ao alcançar os sonhos
os mais ricos e risonhos
e abraçá-los, dar-nos abrigo,
fazê-los caminhar comigo
pra que se dissipe o mal(u)
quando a razão
apontar o mundo real.

Carmen Lúcia

Carmen Lúcia
11/08/2009

Fiz questão de colocar a data em que postei essa poesia "de minha autoria" porque sem querer encontrei aqui um plágio da mesma, fato que me deixou bem triste.Peço que tomem providência e agradeço por isso.

Foto de Minha_Historia

Você surgiu

Você surgiu
E sem pedir licença dominou meu corpo
Que corpo
Se nem meus pensamentos me pertencem mais
Inexplicavelmente
Minha respiração descontrola-se ficando descompassada.
E muitas vezes fico sem ar
Fui contaminado pelo vírus do amor
Que veio pra ficar
As nossas conversas tornaram se intermináveis
Nos mais variados assuntos
Perdemos a noção do tempo
As olheiras são provas das noites mal dormidas
Visita-me em meus sonhos
E assim continuamos 24 horas em sintonia
A saudade tomou conta do meu ser
Quando por algumas horas não tive noticias suas
Com as fotos com seu belo sorriso
E de suas mãos delicadas e macias
Me acalmo
Sinto como se estivesse me olhando, sorrindo ou se arrumando pra mim
E sinto que sou o homem mais sortudo do mundo
Lagrimas só de felicidade
Agradecendo a cada amanhecer
Por este maravilhoso presente
Por você paixão
Que hoje habita em meu coração
Te amo e hoje tenho motivos pra sorrir
Seus sentimentos transformaram-se em palavras
Eu consigo sentir
Que os opostos se atraem
E as nossas vidas se completam

Foto de Ivone Boechat

Deus a abençoe, mamãe

Nem mesmo o código misterioso da comunicação foi capaz de rimar este nome perfeito: Mãe! Foi preciso traduzi-lo em versos, flores, abraços e homenagens o afeto singular da Mãe!
Os símbolos se juntaram para indicar o verdadeiro lema desse amor tão puro e o som perfeito produziu o verso da canção: Mãe!
Não é necessário o discurso inflamado, a palavra bonita, a inspiração. Em qualquer berço, a proteção, o calor e a sinceridade dessa figura inigualável insinuam a presença forte da Mãe!
A aproximação do DIA DAS MÃES ameniza a aridez espiritual dessa humanidade, na sua maioria órfã. E chega o momento da reflexão, quando o amor é avaliado. Mereço ser mãe?
Ter um filho significa o compromisso de coautoria da vida com Deus - Autor da vida. É contrato infinito. Em cláusula única se resume o amor. Amor que se esforça o tempo todo para se aproximar do verdadeiro Amor e, quando se imagina sublime e forte, o vendaval das lutas da vida o inunda de lágrimas. Ele se fortalece na oração.

Mãe - resposta do questionário dos deveres de casa.
Mãe – palavra-chave das lições iniciais de cada dia.
Mãe - cada instante soletrado na cartilha da vida vai alfabetizando o amor.
Na última série de todos os graus, o amor torna-se adulto, ajuizado: Mãe-avó.
Mãe - enciclopédia dos sinônimos do amor.

No DIA DAS MÃES e sempre, oramos por você, que luta sem manchete nos jornais:
Mãe anônima.
Oramos por você, Mãe, que vê ao redor seus filhos: Mãe idosa.
Oramos por você, Mãe, na saudade e na solidão: Mãe sozinha.
Oramos pela Mãe, cujo filho estagiou somente no coração: Mãe adotiva.
Oramos pelas MÃES do mundo inteiro e, ao redor do planeta, juntam-se mãos e dobram-se joelhos, numa prece sincera ao Supremo Criador do Universo: Deus a abençoe, mãe online, virtual e presencial em @ no coração global.

Ivone Boechat

Foto de Siby

Mundo azul

Como a aquarela tem a sua diversidade,
No mundo vivem diversos seres humanos,
Estranhos, amigos, parentes ou manos,
Todos com sua própria personalidade.

Alguns seres parecidos, outros diferentes,
São como uma aquarela,com as suas cores,
Ou como um jardim com diferentes flores,
Onde a beleza se harmoniza nos contrastes.

Muitas tradições entre as nacionalidades,
Entre os seres humanos faz a diferença,
Mas todos trazem consigo muita esperança,
De alcançar os seus ideais de felicidades.

Quisera que não existisse preconceito,
Pelo mesmo sol somos todos iluminados,
Filhos da mãe terra, somos irmanados,
Em um mundo azul que pede paz e respeito.
(Siby)

Foto de RonanCardoso

Fogo, Língua e Flor

E-BOOK GRATUITO HOJE !!!!!!!
Olá! Boa noite. Peço licença poética, [:

Gosta de conhecer novos escritores e poesias? Fogo, Língua e Flor é uma reunião de poemas sobre o amor e a natureza (e alguns eróticos). É um e-book de visual simples, rs (fiz para ser um presente e não sou lá muito bom com isso de capa, todavia... Nas poesias é que o verdadeiro valor é encontrado). Hoje o e-book está custando R$ 0,00... Isso mesmo, você pode baixar de graça (não estará assim por muito tempo). Convido o grupo a conhecer meu trabalho, são apenas alguns cliques para baixar por este link (abaixo).

Quando falamos de amor, de que falamos? Do fascínio que sentimos diante do poder que outra pessoa nos pode ter? De um exercício espiritual para a sublimação dos atributos da alma? Quantas formas tem o amor? Este livro não responde a estas questões, mas delas se serve. Encontrar correspondência no amor pode ser a chave para a plena vivência das potencialidades espirituais humanas, ou uma forma divertida de assim brincar: brincar com palavras, brincar com o destino, com coisa séria, tecer ocasos para os vestir... Vestido do aroma de sua musa, este poeta encontra a Floresta Celestial, mãe do mundo, fonte de poesia cristalina. Neste espaço místico de um pensamento, de um batimento cardíaco e toda a jornada sanguínea que somos, dividimos nossas experiências para compor um quadro maior: este momento no universo. Aqui é descrita parte da alegria da peça escritora e escritura da Natureza do mundo que sou, graças a um encontro de almas profundamente rico em amor.

http://www.amazon.com.br/gp/product/B01BK6HZSW?*Version*=1&*entries*=0

Sem mais, desde já agradeço, e deixo abreijos. Bons ventos!
Ronan Cardoso

Páginas

Subscrever Mundo

anadolu yakası escort

bursa escort görükle escort bayan

bursa escort görükle escort

güvenilir bahis siteleri canlı bahis siteleri kaçak iddaa siteleri kaçak iddaa kaçak bahis siteleri perabet

görükle escort bursa eskort bayanlar bursa eskort bursa vip escort bursa elit escort escort vip escort alanya escort bayan antalya escort bayan bodrum escort

alanya transfer
alanya transfer
bursa kanalizasyon açma