Frases e Citações
Foto de Laksmi

Esse pecado...(Laksmi)

A boca na qual um beijo deposito

É tão vermelha quanto a mais rósea flor.

Em seus lábios outro beijo precipito,

Pétala aveludada, doce ardor...

Sua língua a passear por meu quadril,

Eu beijo seus seios e você beija os meus.

Uma antiga canção, disco de vinil

E nossos corpos esculpidos por Deus.

Foto de Laksmi

O corpo cumpre a vontade suprema (Laksmi)

Nas missas de domingo, quando eu era menina,

Ouvia o padre dizer que o corpo

é instrumento sagrado.

Assim eu cresci,
sob a imagem de Cristo na cruz

Foto de Silvia

Se queres, terás (Sílvia)

Tudo o que realmente se quer, se consegue

se queres,

realmente, poderás,

se puderes

realmente, terás

se me amares

Foto de Silvia

Você (Sílvia)

Quando com outro eu estiver,

é com você que minha alma estará...

quando sua pele eu tocar

minha mente, a sua sentirá

Foto de FERNANDO_JOSÉ

Amar-te (Fernando José)

Para a minha amada Rosinha

Amar-te é um sentimento quente

que está sempre presente

que continuamente se sente...

amar-te é ser audaz

é sentir a tua paz

é querer guerra de beijos

ter a coragem de mil desejos

é querer mimo incontido

é um carinho a partilhar

é sentimento bem sentido.

Foto de Kikinha

Amor perdido (Kikinha)

Quando te vi

Enlouqueci

E quando te encontrei

Me apaixonei.

Eu te amo

E você pode me amar

Mas não iremos saber

se ninguém nos perguntar.

Foto de Paulo

Perfect movies don´t exist (Paulo)

On the train

To the perfect weekend

She came as a godsend

To ease my lonely pain.

With her presence

She filled the air

With the sweetest perfume

With her beautiful gold hair.

Foto de Miguel Duarte

Alguém para amar (Anónimo)

Agora sozinha fico,

espero

talvez a morte me encontre

nesta rua sem sol

sem encanto

talvez se ele me amasse

Foto de Patrícia

Adoração (Guerra Junqueiro)

Eu não te tenho amor simplesmente. A paixão

Em mim não é amor; filha, é adoração!

Nem se fala em voz baixa

Foto de Patrícia

Canção Perdida (Guerra Junqueiro)

Hálitos de lilás, de violeta e d'opala,

Roxas macerações de dor e d'agonia,

O campo, anoitecendo e adormecendo, exala...

Triste, canta uma voz na síncope do dia:

Alguém de mim se não lembra

Nas terras de além do mar...

Ó Morte, dava-te a vida

Se tu lha fosses levar!

Ó Morte, dava-te a vida

Se tu lha fosses levar!

Páginas

Subscrever Poemas de Amor RSS