Ansiedade

Foto de Minha_Historia

Pensando no amanhã
Não durmo direito
Insônia porque me persegues
Que te deste esse direito
De tirar minha paz

É onde me pergunto
Como não se desesperar
Se os minutos se transformaram em horas
E os sentimentos se multiplicaram
Instantaneamente

Palavras e fotos já não bastam
Para conter a ansiedade
De te la ao meu lado
Perdido em meus pensamentos
Já não respondo por mim

Viajo nessa maravilhosa loucura
Que é te amar
Imaginando o encontro de nossos corpos
Perco-me nessa sua timidez fascinante
Embriagando-me de prazer

Que os nossos olhos falem
O que os lábios não conseguirão dizer
Vai saudade atropele o tempo
e nem que seja por um momento
nos coloque frente a frente

Vento seja companheiro
E traga pelo menos o cheiro
Afastando o desespero
Que já não consigo conter
Detenha-me se for capaz

Pois já perdi a razão
Levado pelo coração
Só penso em amar você
Te quero e preciso
Venha logo e mata me de prazer