Repente

Foto de Tuela Lima

NUM INSTANTE

Manifesto o meu pensamento
vertendo o que me vem à alma.
Em versos transbordo o sentimento,
que clama tua presença.
Procuro um alento...
O tempo repousa no meu falar,
dizendo que em breve serei envolta
em tuas inspirações.
Serei poesias por trás do devaneio?
Minha morada é no teu coração.
Encontrei num repente uma carícia,
De amor vivo rodopiando em emoção.

Tuela Lima

Foto de Tuela Lima

NUM INSTANTE

Manifesto o meu pensamento
vertendo o que me vem à alma.
Em versos transbordo o sentimento,
que clama tua presença.
Procuro um alento...
O tempo repousa no meu falar,
dizendo que em breve serei envolta
em tuas inspirações.
Serei poesias por trás do devaneio?
Minha morada é no teu coração.
Encontrei num repente uma carícia,
De amor vivo rodopiando em emoção.

Tuela Lima

Foto de Rosamares da Maia

CRÔNICAS DA SAUDADE – Memoriando

CRÔNICAS DA SAUDADE – Memoriando
O olhar dela vaga perdido no horizonte tentando encontrar na memoria desencorajada os arquivos das lembranças do passado e nelas um rosto amigo. De repente, da nevoa branca, no fundo da sua cabeça, sai correndo um menino assustado, de joelho ralado e sangrando. O menino berra enquanto as lágrimas escorrem da carinha suja.
Chora pedindo abrigo, buscando socorro, mas também com medo do remédio. Grita:
- Não mãe! Mertiolate não!
Ela, meio do bem e meio do mal, presta socorro, mas, também se vinga das artes do menino, exercendo sua cura, meio feitiçaria - amor e castigo.
Novamente a memoria falha. Mais que droga! O olhar passeia por tempos intangíveis. Novamente ele, de capa e espada. Agora é Nacional Kid! Com bronquite e pneumonia. Meu Deus! Quanto trabalho deu este menino.
Confuso e atrapalhado, baixo rendimento escolar, aos saltos e empurrões, salvo de apanhar nas brigas compradas pela irmã, lá foi ele. Finalmente chegou lá, venceu a corrida do jeito que deu, um dia de cada vez. Trabalho, casamento. Quem diria! O menino do "patinete vermelho" virou gente grande, Homem. Gente muito complicada é claro.
A memoria apaga de novo, ou não. Quem sabe agora ela prefira pular certos pedaços da vida? Culpas à parte tinha tentado fazer o seu melhor, era o que podia e sabia fazer, o que tinha a oferecer. Ninguém consegue doar o que não tem.
Afinal de contas, um filho é produto de dois, portanto somente cinquenta por cento das culpas lhe cabiam e pecou sempre pelo excesso, das chineladas, correadas e das palavras. É somente pelo excesso, nunca pela omissão. Esta fazia parte dos outros cinquenta por cento.
Mas por onde andará nestas horas o menino? Não precisará de curativo nos joelhos?
De dentro da bruma densa da memória podia ouvir o silencio. Era tão profundo que doía. Vem sem passos, sem gritos, risos ou lágrimas. Nada!
Traída pelo confuso entendimento, esquecendo os complementos que encadeiam os elos da sua história, tristemente se questiona:
- Será que um dia houve mesmo este menino? Ou será que só imaginou?
Menino, menino, sou eu quem te digo - um dia ela vai se esquecer de você totalmente.
‘ Rosamares da Maia

Foto de Márcia de Moraes

O corredor

Sei que a minha solidão
Chegarás ao fim
Quando te avistei naquele
Corredor bem próximo a mim
De repente estávamos
Sentados lado à lado
falamos do presente
E do passado!
Meus olhos te olharam
Meu coração palpitava
Sentia que já te conhecia!
E por ti me apaixonava.
Logo em seguida você teve que ir
Fiquei ali te olhando!
Você passando pelo o mesmo
Corredor que te conheci.

Foto de tonyramos

Se Eu Soubesse

Se eu soubesse
Que você ia voltar
Eu teria comprado flores
E preparado um jantar
Colocado vela sobre a mesa
Pra poder te esperar
Mas você apareceu tão de repente
Mesmo assim fiquei contente
De ter você aqui
Posso dizer o nosso amor nem e passado
Pois eu tenho aqui guardado
Esse amor dentro de mim.

Você vem e vai embora sem me dizer
Quando menos espero
Você volta aparecer
Mas eu não estou preparado
Pra poder te receber
Você volta como um furacão
Quase arrebenta o meu coração
De tanto prazer
Mas ainda assim ouço você dizer
Que quer me amar a noite inteira
Ate o dia amanhecer.

!8/03/2017 tonyramos

Foto de Jardim

será que consegues

será que consegues entender que algo em mim passou a bater fora
de seu ritmo, que por onde passo já não tenho pressa, que as noites
deixaram de ser uma busca feroz, que as estrelas, agora as conheço
pelo nome, que naquilo que enxergo surgiram prioridades? será que
percebes que mesmo acordado meu mundo se enovela em sonhos e
que a trama da realidade coaduna com eles tornando mais leve o
tempo? será que escutas a música que eu ouço quando nosso olhar
se encontra no meio de uma conversa e de repente entre nós se faz o
silêncio? ansioso por tocar teus cabelos meus gestos denunciam
minhas intenções quando estou ao teu lado. será que desconfias que
chegar a ti foi o mais difícil dos caminhos, o mais improvável dos
acontecimentos, um lance de dados que não aboliu o acaso? será
que imaginas a extensão da minha fome a te devorar com os olhos, a
ânsia de tocar tuas pétalas e nelas colher o perfume que fabricas?
será que entendes, nas pistas que deixo, na cadência da minha
respiração, a inquietude a que me entrego, até nos menores atos,
nos momentos mais fugazes? mesmo que não enxergues o óbvio,
sigo assim, sem ruído, me aprendendo um pouco mais a cada
instante, me surpreendendo, me reciclando, me recriando, me
reinventando, sem querer apressar as horas, sem precisar de nada
além de que existas.

Poema do livro Crônicas do Amor Impossível
a venda em http://sergioprof.wordpress.com
Contato:
blog: http://sergioprof.wordpress.com/
facebook: https://www.facebook.com/jardimpoeta
https://www.facebook.com/poetajardim
twitter: http://twitter.com/SERGI0_ALMEIDA
linkedin: https://www.linkedin.com/in/poeta-jardim-a7b0222b
google +: https://plus.google.com/+sergioalmeidaJardim
skoob: http://www.skoob.com.br/autor/7181-jardim

Foto de Vinicius_Sasso

Eu Amo Você...

Tentei não me iludir
Mas não consegui
Tudo aquilo que senti
Era tão real

Tudo aquilo que vivi
Era surreal
Não era normal
Era fenomenal

Nao Sei o motivo de acabar
Assim tão de repente
Mas assim é amar
Algo que aquece a gente

Mas esse calor acabou
E eu não sei porque
Talvez porque me ignorou
Quando precisei de vc

Ou talvez eu me esqueci
De uma data especial
Um aniversário ou coisa e tal
Mas eu me sinto tão mal

Foram do comum
Sinto estar de jejum
Jejum de amor
Com a falta do seu calor

Não sinto seu ardor
Nem a vontade de viver
Talvez se eu puder esquecer
Tudo o que iria te dizer

Poderia talvez voltar a viver
Sem saudade de você
Estaria a te esquecer
E nunca mais te dizer

"Eu amo você"

Foto de Minha_Historia

Brincando de se esconder

A noite fria chegou e com ela veio a garoa
Não foi a toa que as lagrimas caíram
Lembrei dos nossos momentos quentes
Nós quais a gente se entregava
Se amávamos sem pensar em nada
Na verdade sinto é saudade
De você minha metade
Olhar triste e vazio
Fazem jus ao meu coração solitário
Conheço você sei o que sente
Em seus pensamentos estou vivo e escondido em sua mente
Sim vamos em frente
Mais de repente
Eu e você poderemos ser nós novamente
Te amo e você me ama
Me escondas na alma
Que manterei a calma te levando em meu coração

Foto de Arnault L. D.

A idade do vinho

O tempo a cada coisa é diferente,
mas se aprende, sempre haverá final.
O prazo de chegar, ou ir a frente,
dia de começo e fim, do bem e mal...

Ao acabar-se algo “permanente”,
vem incerteza de caber valido ou não?
Esquece, prazos fogem de repente,
se apartam, ao seu próprio tempo vão.

Talvez, o mal é sermos duradouros,
além dos tesouros dentro do peito.
Sobrevivendo aos anos, elos d’ouros
que se partem ao seu prazo feito.

Para todas as coisas rége a vida;
histórias que se juntam por instantes
e quando esta hora lhe é cumprida,
ficamos sós, porém sobreviventes.

Saber da taça o último gole
e não beber, p’ra tentar o eternizar,
somente o vinagre é o que se colhe.
Nada mais além dali se irá gozar.

Cabe apreciar viver, gozo e prazer;
língua a se banhar no doce paladar.
Até o fim da copo, penso beber.
Quero-te morrer, de todo até acabar.

Foto de Valeria Sampaio

Casal Perfeito

Na regra em conhecer a pessoa amada.
Nasce a perfeição não necessariamente sem defeito
Mas adequar-se as imperfeições de quem amamos,
Pois o perfeito está nos olhos de quem deseja por perto sempre
E mesmo que sempre tenha sua duração prolongada ou curta
A convivência nos torna um aprendiz e alguns casos enigmáticos
Desvendamos olhares indecisos, tristes e chorosos.
Enxergamos além dos olhos a alma de quem parecia tão distante de nós
E perto notamos o quão misterioso pode ser quem esta do nosso lado
Mesmo disperso...
Mente vagante
É possível descobrir o que o aflige ou lhe faz refletir tanto!
Uma conversa franca
Uma verdade dura
Ou um deixa quieto! Sabendo que isso quer dizer, cuidado!
De repente para não isolar da pessoa amada
Vêm os mimos, caprichos e declarações de amor.
Tudo para elevar o momento conturbador da relação.
Em meio a tantos caprichos
Uma massagem para apimentar a relação que parece fria
Uma pegada firme e um olhar que penetra
O casal perfeito está naquilo que um permita que o outro faça
Que sem medo ou insegurança vive e abusa de tanto se amar
Que fazem estripulias no quarto, na sala, na cozinha em toda casa.
Sem vergonha, mas com respeito a terceiros.
Que aproveite o tempo juntos mesmo que distantes
Mensagens e imagens picantes para atiçar...
Jantares e almoços românticos
E em meio a tantas maravilhas
Uma frase soando feito musica aos ouvidos e ao coração
EU TE AMO!
Beijos e abraços
Carinhos e beliscões leve só para marcar
Vale o que pode na medida do possível
Para se declarar felizes e apaixonados
Esses gestos deveriam ser de todos os ENAMORADOS
Viva o AMOR.

Páginas

Subscrever Repente

anadolu yakası escort

bursa escort görükle escort bayan

bursa escort görükle escort

güvenilir bahis siteleri canlı bahis siteleri kaçak iddaa siteleri kaçak iddaa kaçak bahis siteleri perabet

görükle escort bursa eskort bayanlar bursa eskort bursa vip escort bursa elit escort escort vip escort alanya escort bayan antalya escort bayan bodrum escort

alanya transfer
alanya transfer
bursa kanalizasyon açma