Foto de Arnault L. D.

Das muitas vidas

Pelas infindas possibilidades
de cada história preterida,
de cada plano inconcebido
no decorrer das idades
a nos erudir a vida.
nas quais volto sem ter vivido.

Da curva que troca de estrada
e perde-se noutra e avança,
nos roubando a direção,
que após vê-se desperdiçada.
Perdida em toda esperança
de retornar aquela mão.

Resto como um erro de curso,
um deslocado de onde estou.
Algo de mim caiu no caminho.
E não há nenhum recurso
que torne ao que se acabou.
Em canto distante definho.

Como seria se ficado
qual lágrima, riso e prazer?
Nunca saberei... nunca saberei.
Que teria sido, acontecido
se naquela vida eu fora viver
De onde foste e eu não fiquei.

Foto de Helder Duarte

Gentes do Bem

Disse eu no meu coração!
Oh vos que sois Deuses do além...
E vós Ninfas de Camões, que foi poeta também.
Da-me Divino dom, para esta canção...
Com a minha alma cantar.
Com ousadia a voz levantar.

Neste mundo ingrato nele ainda há...
Gentes que como não são de cá,
Estes que em acção permanecem,
Com as armas do bem lutam...
Para afastar o mal, que quer vencer.
Mas tu céu e terra, ajuda estes,
Que já deram testemunho do mal, não temer.

São pessoas impecáveis...
E muito tem de amáveis...
Estes estão em grupo.
Para os fracos de coração ajudar.
Têm coragem que é virtude.
Todos os dias estão na frente.
Nesta tarefa de fazer o Bem.
Levantam as mãos como gente,
Que não olha para trás.
Mas têm convicção de dar...
Ainda neste tempo, aos pobres de espírito,
Um consolo para que sintam o seu amar.

Já o Divino mestre dizia:
"Aos pobres sempre os tendes convosco".
Este trabalho tem a ajuda dos anjos,
E do poder santo, que sempre assim agia.

E tu Miguel príncipe do bem.
Afasta o mal desta terra,
Que ao Bem faz Guerra,
Oh Deus dos deuses, ajuda esta gente,
Que continua a dar aos cansados...
Os lírios do campo da manhã,
Para que os pobres doentes possuam...
Um novo dia e olhem para a frente,
Como estando já aliviados.

A vida do tempo do amanhã,
A possam sentir, para que eles continuem,
À espera da boa acção. ..
Que estes da paz servos lhes dão.
E assim todos juntos,
Façamos uma canção em alto tom!
Uma canção de felicidade,
Que estes do bem, para isso...
Têm imensa liberdade.

Oh vós grupo de líderes do bem,
Continuai este trabalho!
Com a força que vem do além,
E conduzi estas almas às terras...
Dá verdadeira paz que sempre vem.
Assim como os ajudaste até ao momento.
Continuai a tirar lhe todo o sofrimento.
Até que está gente doente.
Chegue a terra Eterna...
Terra sem dor, terra fraterna!
Para que venhamos a ter um dia...
Um novo sentimento de alegria!

Dedicado a equipa da unidade de longa duração e manutenção de Albufeira
Com carinho
Hélder Duarte

Foto de Helder Duarte

China

Neste país infelizmente não se pode ser Cristão!
O governo não deixa os Cristãos em paz...
Todos os que em Cristo acreditam maltratados são.
Assim este país aos da igreja assim faz..

São perseguidos até mesmo mortos,
Os que tiverem alguma fé ou religião.
Estão em grande aflição e perseguição!
E são considerados de loucos...

Os que adoram a Jesus, o rei dos Reis!
Mas tu povo do Senhor, alegra-te...
Que Deus vai intervir, vai pois!

Sabei mundo! Que Jesus é poderoso!
Por isso a ele entregra-te!
Antes do dia do seu juízo rigoroso!

Foto de Helder Duarte

Sentimento

Neste meu sentir desnaturado!
Quase me sinto em desventuras.
Como que mal fadado neste meu fado!
Que é meu viver, em mil aventuras.

Mas por muitas emoções que eu ande!
E por muita confusão que possa ter!
Há um sentimento de ventura!
Neste meu conflituoso ser...

É uma forte esperança em mim!
Que vou ver a terra como antes era!
Isso creio eu muito, mesmo sim!

Este meu eu desafortunado,
Vai encontrar a nova terra!
Na qual não serei mais mal amado!

Foto de Helder Duarte

O Controlo total

Quereis saber uma cousa, que vos digo!
Brevemente vai vir ao mundo um ser mau.
Sim vem! para afectar até à vida do mendigo!
Que continua apoiado no seu pau.

Vai haver um governante mundial!
Que com a informática vai na pessoa,
Pôr uma marca electrónica digital!
Já este alerta no mundo se entoa.

O seiscentos e sessenta e seis,
Vai ser posto na mão direita...
Do homem, mesmo que isso não penses.

Vão só poder comprar ou vender!
Quem tiver a marca feita...
No mundo todo o homem a vai ter!

Foto de Helder Duarte

As flores

Vieram as flores ao jardim do campo.
E permaneceram nele muito tempo!
E disseram umas às outras, irmãs!
Não sejais princesas de tamanho anãs!

Mas cresçam os vossos ramos!
Para o alto em direcção ao céu!
Altas e lindas pois sejamos....
Neste jardim que tanto cresceu!

Cantemos com nossas vozes!
A canção da vida linda...
Que nos ensinaram nossos avós,

Um cântico antigo de beleza infindável!
Que nos leva sempre ainda...
A louvar o Deus tão amável!

Foto de Helder Duarte

Conquistar

Nestas terras por conquistar.
Nelas entrar deveis assim!
Luta pelo Reino do amar!
Reino eterno e lindo sim.

Daí aos pobres de espírito!
O sorriso da paz!
Disso sois capaz!
Fazei pois então, isto.

Daí aos mansos da terra!
Um tempo sem guerra!
Um tempo de alegria!

Dizei-lhe a eles então!
Estas terras vossas são!
Este é o eterno Dia!

Foto de Helder Duarte

Flor Branca

Tu és uma flor branca!
De ti vem o perfume da manhã...
Que nos enche de beleza tanta.
E de uma vida com força tamanha.

Neste jardim de flores tantas!
Tu és bela desse modo teu.
A todos com tua presença encantas!
A mim alegria dás a coração meu.

Por isso neste lugar, há beleza.
Disso eu tenho muita certeza.
Tu fazes parte desse encanto.

Vai em frente, nesse perfume deixar.
Dá a todos o teu amar.
Tu... flor branca que eu tanto canto!

Dedicado à enfermeira Rute Brito

com carinho
.
Hélder Duarte

Foto de Helder Duarte

A princesa

Há uma princesa que veio,
De terras planas para estas.
Ela veio para terras outras.
Veio para interferir e liderar.
Trazia a inspiração dos verdes campos.
Dos verdes campos dos cereais.
Dos brancos lírios e dos olivais.
Também dos campos das ovelhas. ..
Que tinham seus pastores.
Em terras de mouros teve acção.
Teve uma grande missão.
Fez bem a todos os doentes. ..
Que estão em tormentos.
Deu contentamento aos sem esperança.
Nesta terra até dançou e cantou.
A todos alegrou e encantou.
E continua a sua tarefa.
De fazer o bem não descansa,
A minha princesa que não engana.
Mas a todos muito ama!!!

Dedicado à Doutora Fernanda Estanque

Foto de Helder Duarte

Minha mulher

O amor conjugal

Flor do meu campo és
Tu minha irmã do jardim,
Onde nasceste naquele dia enfim!

Onde ambos fomos formados,
à imagem de pessoas três.

Por ele fomos amados,
E assim em amor criados.

Para estar no Éden jardim.
Do meu lado foste tomada,
Sim minha esposa amada.
A quem eu tanto amo,
E por ti tanto clamo.

Porque me és tão querida,
De valor tanto e tanta vida.

Tu mulher valorosa.
Mais rica és que o ouro,
Deste mundo inteiro sim.

Tu minha pomba branca,
A quem eu tanto adoro.

Estás sempre do meu lado.
Contigo minha alma canta.
A canção eterna assim...

De modo que os dois,
Vamos voando mais alto,
Que a terra de hoje.

Tu és linda como a rosa,
Da qual emana um perfume...

Naquele alto planalto. ..
E vais subindo, subindo...
Ao céu de uma forma maravilhosa.
Que a nós aos dois une.

Teu corpo e um navio,
Que em maravilhosas águas,
Nos leva às mais altas terras do amor,
Que neste mundo já se viu...

Sim tu flor da madrugada. ..
Mulher muito amada!

Páginas

Subscrever Poemas de Amor RSS