Frases e Citações

~~ Desejo incompreendido ~~

Foto de Anjinhainlove

Hoje, facto raro, acordei e lembrei-me do que sonhei. Lembro-me de ti, de mim, de carícias, carinho, amor, paixão, culpa, dor...
Sonhei que havia, entre nós, cumplicidade. As minhas mãos curiosas não tinham medo de percorrer cada centímetro do teu corpo e percorriam curvas, tocavam as tuas roupas e sentiam o calor da tua pele.
Sentei-me ao lado do teu corpo deitado e os meus olhos felinos observavam os teus movimentos respiratórios nas tuas costas. A paixão, sentimento carnal e primitivo do ser humano, tomava agora conta do meu espírito.
Fiz, dos meus dedos, fontes de conhecimento. Conheci, então, o que sentia quando tocava no teu corpo, sentia-te vibrar. Os teus olhos semicerrados olhavam as minhas mãos e os teus lábios mostravam um sorriso tímido.
Levei a minha mão a subir, levemente, provocando-te um sentimento de arrepio nas costas. Senti o teu cabelo. Oh! Como sabe bem sentir que tu existes, tocar no teu ser estimulante, ser que me tira do sério e me leva a ser alguém que não conhecia. Prazer dos deuses, pecado capital...
Como te queria. Naquele movimento de percepção do teu tacto, queria-te como nunca tinha querido ninguém. Uma sensação que nem Platão conseguiria descrever, uma melancolia que tomava conta do meu bom senso, digna de um sonho...
Mas algo aconteceu. Queria ter-te, beijar-te, tocar em toda a tua pessoa, mas não podia... Quando surge um passo teu para incendiar a nossa paixão com um beijo, apenas permito que nossos lábios se toquem... Não posso ter-te... Por quê?

Comentários

2
Foto de ivaneti

Ah!!! não, assim não dá...
ficar só com o cheiro.
Que desejo em amiga?
Gostoso teu poema.
Beijinhoss
Ivaneti

Ivaneti

Foto de Anjinhainlove

Amiga ivaneti... os sonhos por vezes são muito estranhos, mas felizmente foi só um sonho, porque na realidade posso ter o meu amor por completo!
Obrigada pelo comentário.

^Ö^ Cheila Pacheco ^Ö^

http://cheilapacheco.spaces.live.com/